Câmara Municipal de Itirapina

Login Faça login ou cadastre-se.

BETE DO BROA E LUCIO PEDREIRO RECEBEM PRESIDENTE DA CÂMARA DE ANALÂNDIA E SECRETÁRIO DE PROJETOS E OBRAS DE ITIRAPINA


Na manhã desta quinta-feira, dia 19, os vereadores Elisabete de Oliveira Silva (Bete do Broa – PSDB) e Luciano Pereira Batista (Lucio Pedreiro – REPUBLICANOS) receberam a visita do Presidente da Câmara Municipal de Analândia, o vereador Rogério Conceição dos Santos (Rogerinho – REPUBLICANOS). As autoridades discutiram possibilidades de integração entre as Câmaras Municipais da região para construir coletivamente soluções para os desafios comuns das cidades pequenas.
 
Na opinião da vereadora Bete do Broa, o encontro foi de grande valia por permitir a troca de experiência entre diferentes Legislativos: “É assim que devemos trabalhar, trocando informações e conhecimento” definiu a parlamentar.
 
Ainda, dialogaram sobre a importância das Câmaras Municipais serem filiadas à UVESP (União dos Vereadores do Estado de São Paulo), que tem como objetivo capacitar e apoiar os vereadores através de ferramentas de gestão e cursos de capacitação sobre o legislativo para o exercício de um trabalho sólido e de excelência, com parcerias do Tribunal de Contas e do Ministério Público. Durante o encontro, os vereadores realizaram uma vídeo-chamada com a Presidente Executiva da UVESP e Coordenadora Geral do “Conexidades”, Senhora Silvia Melo.  
 
Na mesma manhã, Bete do Broa e Lucio Pedreiro ainda se reuniram com o Secretário Municipal de Projetos e Obras, Fábio Belarmino da Silva, para solicitarem intervenções contra alagamentos recorrentes em alguns locais de Itirapina durante o período chuvoso:
 
“Sabemos que a nossa cidade está em expansão e que esse projeto para sanar totalmente o problema dos alagamentos é um projeto de médio a longo prazo, mas acreditamos que pequenas intervenções possam fazer a diferença” destacaram os vereadores itirapinenses.
 
Ainda, Bete, Lucio e Fábio dialogaram sobre a questão das ruas particulares existentes no Balneário Santo Antônio (Broa) que necessitam de regularização, uma vez que as ruas não existem no mapa da Prefeitura e os moradores pagam IPTU. De acordo com Bete do Broa, este é um problema recorrente de muitos anos, onde a ocupação desordenada, ou seja, aquela proveniente de invasões irregulares ou de loteamentos clandestinos por ser completamente dissociada da necessidade de observância destes parâmetros mínimos, certamente, gera um espaço para o exercício da moradia. Todavia, trata-se de uma moradia desqualificada, incapaz de ser exercida de forma plena e digna: “Como gestores públicos temos que trabalhar para melhorar a qualidade de vida das pessoas” concluiu a vereadora.
 
Ao final do ensejo, Fábio comprometeu-se com os vereadores em dar encaminhamento às solicitações para viabilizar os projetos solicitados.