Câmara Municipal de Itirapina

Login Faça login ou cadastre-se.

VEREADORES ANALISAM PROJETOS DO EXECUTIVO DO PLANO PLURIANUAL MUNICIPAL E LEI ORÇAMENTÁRIA ANUAL DE 2022


Liderados pela Presidente da Câmara Municipal de Itirapina, Claudete de Oliveira (PSDB), os vereadores Antonio Eraldo da Silva (Cafu), Gabriel Ferreira Gobbi (PSDB), Luciano Rodrigo Fernandes de Almeida (Juruna – PSL), Luciano Pereira Batista (Lucio Pedreiro – REPUBLICANOS), Marcelo Rizzo (Pezão), Ricardo Alexandre Baldissera (Bodinho – MDB) e Charleston de Oliveira Leite (PL) reuniram-se no gabinete da Presidência nesta sexta-feira (12 de outubro) para discussão a respeito do PPA – Plano Plurianual Municipal (referente ao quadriênio 2022-2025) e sobre a LOA – Lei Orçamentária Anual.
 
Os projetos, que estão tramitando na Câmara Municipal e brevemente seguirão para votação dos vereadores em Sessão Plenária, são elaborados pelo Poder Executivo e tangem o Modelo Orçamentário do Município. O PPA – Plano Plurianual Municipal - define as diretrizes, objetivos e metas da administração pública em um prazo de 4 anos, estabelecendo um planejamento de médio prazo para o município. Já a LOA – Lei Orçamentária Anual – estabelece as despesas e as receitas que serão realizadas no próximo ano. Nesta lei, está contido um planejamento de gastos que define as obras e os serviços que são prioritários para o Município, levando em conta os recursos disponíveis.
 
Durante a reunião, os Parlamentares – que contaram com esclarecimentos a respeito dos projetos com o Superintendente do Tesouro Municipal, Senhor Cláudio Furniel Júnior durante reunião no mês de setembro – analisaram a distribuição dos recursos e também alinharam novas dúvidas e questionamentos que serão levados aos Secretários Municipais das pastas competentes antes da votação dos projetos.
 
Para Claudete de Oliveira, Presidente da Casa, o Modelo Orçamentário Municipal é um dos pilares mais importantes de uma Administração Pública:
 
“Nós, como vereadores, temos o dever de ter conhecimento pleno em relação ao Plano Plurianual Municipal e à Lei Orçamentária Anual, que compõem o Orçamento do Município e é onde devemos minuciosamente fiscalizar para que todo recurso seja corretamente direcionado.” finalizou a Presidente.