Notícias

Trem fica parado até 15 minutos em cruzamento.

Segunda-feira, 31 de março de 2014.

Itirapina passa por um problema que prejudica toda a população: o entroncamento da malha ferroviária que dispõem de duas linhas férreas faz com que as locomotivas se cruzem no centro da cidade causando lentidão entre a passagem de um lado para o outro da cidade. Durante muito tempo o ponto de parada das máquinas era feito na própria estação ferroviária, não causando nenhum tipo de transtorno, com a chegada da ALL (América Latina Logística), esse trabalho começou a ser realizado de forma irregular, fazendo com que as manobras das máquinas se estendessem mais ao centro da cidade. “Esse pátio de manobras não pode ser no meio da cidade, teria que ser mais afastado, para preservar a situação ambiental e sonora” afirmou Thiago Pedrino Simão, Procurador Geral de Itirapina. Além do problema do atraso na passagem da linha, o entorno da malha ferroviária tem apresentado alguns problemas, como mato alto, entulhos, acúmulo de terra, correndo o risco da aparição de alguns animais, como ratos, caramujos, cobras, entre outros. “A ALL não se preocupa em momento algum com o transtorno que isso possa estar causando á população, ás locomotivas fica paradas de 3 a 4 horas esperando para fazer o cruzamento”, disse Ricardo Alexandre Baldissera, vereador (PMDB). Durante o cruzamento as locomotivas demoram em torno de 10 á 15 minutos para atravessar o centro da cidade, isso faz com que o trânsito fique parado. “O que não podemos entender da parte da ALL, é a manobra no centro da cidade, uma situação caótica, sem o mínimo de respeito para com os munícipes”, disse Pedrino. Outro problema que acontece com freqüência é o uso abusivo da buzina dos trens, que acontece durante a passagem das máquinas, desde a chegada até a saída da cidade. O barulho do apito quando os trens estão parados ou em movimento, além de incomodar os moradores que estão mais próximo da linha férrea, atinge a cidade como um todo, esse problema acontece 24h por dia. A poluição emitida pelos vagões durante o percurso também causa irritação aos moradores, principalmente ás pessoas que possuem algum tipo de doença respiratória. “Itirapina esta vivendo uma momento único, daqui a 5 anos a tendência é duplicar o número de habitantes, e o importante é que a malha viária passe em torno da cidade e não no centro, ficando totalmente comprometida”, disse Pedrino, Procurador Geral.

OUTRO LADO

“Inicialmente, a ALL gostaria de ressaltar que na condição de concessionária de transporte ferroviário de cargas, pela seriedade, compromisso e responsabilidade que tem norteado suas ações, tem enviado todos os esforços para melhorar as condições operacionais das linhas, levando sempre em consideração o bem estar das comunidades adjacentes á linha férrea.” “Desta forma, a ALL, informa que efetuará obras de ampliação do Pátio de Manobras, para evitar que as locomotivas fiquem estacionadas no perímetro urbano do município, com previsão de ser concluído até 31 de Maio de 2014”.